Aprenda a evitar acidentes com direção defensiva

A direção defensiva é uma forma de conduzir veículos da maneira mais segura possível, e adotar essas medidas se aplica tanto para pessoas comuns que usam carros ou motos para o dia a dia, quanto para profissionais que, por sua vez, estão mais expostos à acidentes. 

Por exemplo, para os profissionais que trabalham com veículos, os riscos no trânsito são ainda maiores, e quando são envolvidos em um acidente, as consequências vão além quando comparado a pessoas comuns. 

Os riscos podem ser:

  • Impactos financeiros;
  • Ações jurídicas por parte da empresa empregadora;
  • Fatalidades;
  • Ferimentos e sequelas;
  • Multas e acúmulo de pontos na CNH.

Profissionalmente falando, no momento em que um motorista passa por um evento inesperado, como um acidente, logo terá que desembolsar algum valor para resolver o problema. 

 Um software de gestão financeira pode auxiliá-lo a tomar as melhores decisões ao gastar algum valor. 

De acordo com o manual de Direção Defensiva do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), a direção defensiva “é a forma de dirigir, que permite a você reconhecer antecipadamente as situações de perigo e prever o que pode acontecer com você, com seus acompanhantes, com o seu veículo e com os outros usuários da via”. 

Para algumas pessoas, a direção defensiva é uma forma de monitoramento constante por parte do motorista. Aos motoristas que dependem da condução de veículos para sobreviver, é necessário que a atenção seja redobrada para problemas que podem afetar o trabalho.

São cuidados que são tomados em qualquer profissão, como por exemplo, em uma fábrica de camisetas personalizadas, onde o responsável deve seguir atentamente as condições estipuladas pelo cliente no momento de fazer a confecção da camiseta. No geral, todo trabalho exige cuidados. 

A atenção redobrada também se aplica aos motoristas que conduzem seus veículos diariamente, afinal, os riscos presentes no trânsito são propícios a qualquer condutor. 

Para a compreensão ficar ainda mais fácil, separamos os fatores que a direção defensiva abrange. Entenda mais abaixo o que se aplica na forma de dirigir. 

Qual o papel do motorista?

É fundamental que o motorista esteja com um comportamento adequado na direção, e para isso, é necessário que ele esteja focado na direção, evitando qualquer forma de condução agressiva e evitando mexer no celular. 

Além disso, deve-se evitar o consumo de álcool, drogas e dirigir com sono. 

A importância das manutenções

Muitas pessoas pensam que as manutenções em veículos só são necessárias quando os mesmos apresentam algum tipo de problema, entretanto, é praticamente obrigatório possuir o hábito de realizar manutenções periódicas para assegurar o funcionamento dos motores. 

Nas oficinas mais preparadas, haverá máquinas para centro automotivo que darão conta de realizar todos os procedimentos necessários que dará o diagnóstico do veículo. 

Conhecimento teórico

Pode parecer óbvio, mas é obrigatório que o condutor saiba as regras do trânsito. Respeitando as sinalizações e os limites de velocidade, o motorista automaticamente estará promovendo a própria segurança, e das demais pessoas. 

De modo geral, ter o conhecimento teórico sobre determinadas coisas facilitará consideravelmente qualquer atividade realizada. 

É como possuir um programa para controle financeiro empresarial, que por trás tem toda uma equipe para analisar as condições financeiras de uma determinada empresa. 

Treinamento para evitar situações de risco 

Faz parte da direção defensiva que, até mesmo os motoristas mais experientes, passem por um treinamento com simuladores para saber lidar com as condições mais adversas que podem ser vistas no trânsito. 

Há o curso direção defensiva que oferece ao condutor um simulador de direção para praticar todos os conhecimentos teóricos, e nesse processo, inclui-se as mais variadas situações de risco que um condutor pode presenciar. 

Em alguns casos, o uso da tecnologia consegue auxiliar tanto as pessoas comuns, quanto os profissionais que estão conduzindo um veículo. 

No caso de empresas e funcionários, há o sistema de gestão de transporte, que oferece ao motorista a melhor rota para entregar determinados produtos, evitando assim, rotas de alto risco. 

Entretanto, em 13 de junho de 2019 houve uma liminar que derruba a obrigatoriedade dos simuladores nas autoescolas. Portanto, alguns centros de condutores não possuem mais o aparelho que geralmente era usado para dar mais noções de dirigibilidade aos alunos. 

Condições da via

Além dos cuidados que o condutor deve ter com a manutenção do veículo e os conhecimentos necessários para lidar com as situações de risco, o motorista também deve estar atento nos buracos e elevações que as vias podem apresentar. 

Atualmente, há aplicativos com foco em desenvolvimento de software sob medida para lidar com problemas relacionados a condições adversas das vias brasileiras. Felizmente, de certo modo, a tecnologia está favorecendo cada vez mais os motoristas.  

As condições climáticas também afetam diretamente os cuidados que os motoristas devem ter ao conduzir o veículo na via. Por exemplo, as chuvas, neblinas, ventos ou fumaça podem afetar o condutor em vários sentidos, gerando graves riscos de acidentes. 

Por fim, a direção defensiva é, resumidamente, uma forma de dirigir veículos com mais atenção, a fim de evitar e prever situações de riscos. Mas, quais são os tipos de direção defensiva? Entenda abaixo as duas maneiras de conduzir um veículo com mais segurança. 

Direção preventiva

Como o nome já pressupõe, a direção preventiva é uma forma do motorista antecipar certos riscos. Nesta parte, o condutor obviamente dirige com mais atenção, mas avaliando suas condições físicas e mentais. Além disso, ele também volta suas atenções para as condições da via. 

A direção preventiva é ainda mais usada pelos motoristas profissionais, que estão em constante atenção na condução do veículo. 

De fato, esse tipo de direção é mais utilizada por motoristas independentes, pelo fato de que, no processo com serviços de abertura de empresa, alguns profissionais já sabem o que terão que lidar se caso algum acidente aconteça. 

Direção corretiva

Diferente da direção preventiva, a direção corretiva é mais dinâmica, isso porque ela é aplicada em momentos em que o condutor precisa pensar rápido. A direção corretiva serve para corrigir uma situação de perigo na qual não houve chances de serem evitadas. 

As situações que pode aplicar a direção corretiva é:

  • Sinalizar o local;
  • Orientar outros motoristas;
  • Solicitar serviços médicos;
  • Prestar auxílio para eventuais vítimas.

Por fim, listamos algumas ações que o condutor pode evitar para que ele não coloque a própria vida, e o bem-estar das outras pessoas em risco. 

Os comportamentos de risco que devem ser evitados na direção defensiva são:

  • Dirigir com sono;
  • Passar do limite de velocidade;
  • Utilizar drogas estimulantes;
  • Fazer ultrapassagens perigosas;
  • Usar o celular na condução do veículo;

No momento em que o condutor procura evitar os comportamentos citados acima, as chances de acontecer o pior é reduzido significativamente. Em outros casos, acidentes podem ser evitados ou amenizados. 

Atente-se nos itens de segurança

É importante que o condutor saiba que os itens de segurança que estão presentes no carro, ou moto, por exemplo, estão funcionando corretamente. Isso inclui toda a estrutura do veículo, no caso dos carros, isso abrange o uso dos cintos até as questões mecânicas do veículo. 

Cuidado com a postura ao conduzir o veículo

É necessário que o motorista esteja com o posicionamento correto do corpo no banco do motorista, para que ele conduza o veículo da melhor maneira possível até o destino. Isso inclui também manter as duas mãos no volante, e tirá-las somente para trocar de marcha. 

Mantenha distância dos veículos

Manter uma distância segura dos veículos dará ao condutor tempo suficiente para realizar alguma ação para prevenir ou amenizar um eventual acidente. 

Como já citado, é importante manter o carro com as manutenções em dia para que, se precisar fazer alguma manobra inesperada, a mecânica responde perfeitamente às ações do motorista. 

Mantenha a calma nas vias

O trânsito pode ser muito estressante para algumas pessoas, ainda mais as ruas e vias brasileiras que grande parte do tempo está com congestionamento de veículos. 

Nesse momento, há muitos motoristas que tendem a perder a paciência e acabam brigando por certas coisas. É importante que o condutor saiba manter a calma para evitar certas brigas, e além disso, confiar nas suas respectivas habilidades no volante. 

Utilize o GPS

Na ausência de uma companhia em que a pessoa saiba como chegar no destino, o condutor pode usar a tecnologia ao seu favor e utilizar o GPS (Sistema de Posicionamento Global). 

Bastante usado nos últimos anos, o GPS ficou cada vez mais sofisticado com a ascensão de aplicativos que mostram as condições das vias, e também, os eventuais radares que estão presentes. Além de, logicamente, auxiliar o motorista a chegar no seu destino. 
Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Post relacionados