Como não cair em golpe de seguro de carro

Todo mundo que tem um veículo está ciente de que é possível sofrer um golpe de seguro de carro, bem como das responsabilidades civis e financeiras que todo carro traz consigo.

Com a pandemia, cresceu exponencialmente o aumento de golpes de seguros de carro, principalmente advindo das seguradoras online.

Isso porque ser enganado por sites não confiáveis ​​ou ofertas atraentes, na verdade, é muito mais simples do que parece. Por esse motivo você deve ter muito cuidado ao decidir fazer uma apólice de seguro, especialmente se for online.

Aqui no MeuSeguroMaisBaratos somos uma empresa com mais de 15 anos de atuação, estamos online a mais de 10 anos e com milhares de clientes atendidos. Atuamos com as maiores e melhores seguradoras. Tudo isso para te dar confiança, segurança e tranquilidade para você na hora de proteger o seu patrimônio.

Por exemplo, um seguro protege seu dinheiro em caso de acidentes e contra roubos e furtos, seja de carros particulares ou comerciais, como de gerenciamento de frota agrícola, por exemplo.

Ou seja, ter um seguro de carro é de fato algo indispensável para todo motorista. No entanto, é essencial se atentar a esses riscos que são bastante possíveis de ocorrer.

Preparamos este artigo para te ajudar a entender como funciona a contratação de um seguro de carro, documentação, e dicas para evitar golpes. Continue lendo!

Como funciona um seguro de carro?

O seguro de carro é um serviço que cobre sinistros como furtos, colisões, quebra de para-brisa, vidros laterais e faróis. Apesar de ter um custo relativamente alto em geral, é possível economizar muito e conseguir preços interessantes ao utilizar nosso sistema que busca em diversas seguradoras ofertas atraentes ou promoções naquele momento. Conseguindo uma redução de até 40% no preço. O seguro de carro confiável possui franquias diferenciadas do seguro auto com uma cobertura ampla.

Ou seja, pode ser bastante vantajoso para quem não quer levar sustos de orçamentos altos em oficinas para reparar danos no veículo.

No entanto, é preciso ter cuidado sempre ao escolher a seguradora, afinal existem golpes reais de seguros de carro e os prejuízos financeiros podem ser altos, então é preciso ficar atento às informações da empresa para não cair em algum golpe.

Como evitar cair em golpes de seguro?

A compra de uma apólice de seguro de carro online costuma ser muito vantajosa e econômica, no entanto é necessário ficar atento a sites não confiáveis ​​que prometem ofertas muito surreais ou que exigem pagamentos adiantados sem documentação.

Aqui estão algumas dicas práticas para evitar cair em um golpe de seguro de carro:

Sempre solicite a via dos documentos

É de fato indispensável sempre solicitar via documentos na contratação de um seguro de carro, seja tanto de contratação quanto de renovação. Isso garante a comprovação de contratação, bem como assegura como prova para quaisquer eventualidades judiciais.

Não aceite qualquer tipo de intermediação de pagamento

Intermediação de pagamento é basicamente os meios em que os pagamentos podem ser realizados. E pode ser utilizado com suporte técnico em TI da seguradora. Logo, é muito importante que você verifique, antes mesmo de realizar o pagamento, o canal em que solicitam esse pagamento.

Ou seja, verifique se é feito o pagamento diretamente para uma conta física, se enviam um link de pagamento sem muitas informações importantes, ou não dão muitas opções e formas de pagamento.

Lembre-se também de que é absolutamente necessário ter cuidado com sites que oferecem pagamentos não rastreáveis, como por exemplo recarga de cartões pré-pagos.

Os pagamentos devem ser feito exclusivamente a SEGURADORA, nunca a pessoa física ou a corretora.

Afinal, empresas consolidadas e confiáveis geralmente aceitam diversas formas de pagamento, e todas com comprovação e dados enviados certinhos.

Não necessariamente a seguradora precisa ter uma fábrica de lacres de segurança para ser considerada segura, no entanto, ter informações claras de pagamento e não ter receio de fornecer dados são ações essenciais que demonstram ser uma seguradora de confiança.

Solicite acesso ao contrato sempre que precisar

Toda contratação de seguro de carro deve vir com contrato. Caso não tenha, você já descarta a possibilidade de fechar com essa corretora/seguradora. Isso porque é improvável existir contratação de qualquer tipo de serviços com empresas, principalmente um seguro, sem ter um contrato ou proposta.

Além disso, é importante que você averigue a possibilidade de ter uma cópia do contrato com você, ou seja, você precisa ter acesso a esse contrato sempre que quiser.

Verifique o endereço da seguradora

Obviamente existem milhares de empresas 100% digitais que são altamente confiáveis. No entanto, é sempre bom verificar o endereço, local que a seguradora presta serviços, se possui serviço especializado em segurança do trabalho, etc.

Afinal, empresas realmente confiáveis de seguros possuem um espaço físico, nem que seja um consultório pequeno, para que os clientes possam ir pessoalmente para contratar, tirar dúvidas e obter suporte.

A maioria das seguradoras são corporações globais, que seguem muita legislação que o ramo de seguro exige. Empresas como Allianz, Mapfre, Tokio Marine, Liberty e outras nacionais que são grandes grupos como Bradesco, Porto Seguro, Azul. Então cuidado com as novidades do mercado que não apresentam seu registro da SUSEP.

Procure avaliações e feedbacks dos clientes anteriores

Se for escolher uma seguradora de carro digital que não possui endereço físico, é essencial pesquisar bastante antes de contratar os serviços com ela.

Ou seja, pode pesquisar depoimentos e feedbacks de pessoas, perguntar diretamente para pessoas que contrataram o seguro, coletar dados do CNPJ, etc. É realmente um trabalho de pesquisa, mas, sem dúvida, vale a pena o esforço para evitar os prejuízos possíveis.

Sempre analise antes a reputação da empresa

Se a reputação da seguradora de carro não é boa, logo não será vantagem contratar seguro de carro com ela. Para analisar a reputação você pode pesquisar a nota em sites e fóruns de reclamação, por exemplo.

Sempre busque seguradoras que possuem boa reputação para contratar seu seguro e evitar golpes.

Tome cuidado com os dados inseridos no site

Preste atenção tanto aos dados inseridos pela empresa de seguros, como nos dados que eles solicitam dos clientes. Existem dados que realmente não são compartilháveis, nem mesmo com uma empresa de seguro.

Caso eles solicitem senhas de cartão para contratar seu seguro, ou acesso aos dados de financiamento de seu carro. Se for o caso, duvide e questione.

Isso serve tanto para carros para uso particular, ou para locação de ônibus executivo. É sempre bom se atentar a esses detalhes, pois não é habitual esse tipo de solicitação.

Não confie em seguros que solicitem dinheiro à vista

Em todo serviço que se contrata, é preciso negociar e analisar como elas se portam diante dos meios e formas de pagamento.

Nesse sentido, é muito importante sempre tomar cuidado com seguradoras que solicitam pagamento adiantado e à vista sem mesmo ter fornecido um suporte ou fechado o contrato.

Desconfie de valores muito abaixo do mercado

Por fim, mas não menos importante, lembre-se do ditado: “Quando a esmola é demais, o santo desconfia”.

Ou seja, todo serviço ou produto, seja de qualquer empresa ou negócio, como por exemplo empresa de aluguel de empilhadeira, caso seja vendido por preço muito abaixo do padrão é requisito para cuidado e desconfiança.

Portanto, mesmo que seja tentador contratar pelo valor mais baixo, sempre escolha seguros com valores dentro do padrão.

Como verificar se você não foi enganado?

Além dessas medidas que devem ser realizadas citadas acima, para evitar golpes no seguro automóvel também é aconselhável, uma vez assinado o contrato de seguro, verificar se a apólice está realmente ativa e válida.

Em muitos casos, de fato, os golpistas enviam por e-mail um certificado de seguro idêntico ao real, de modo que é difícil para o segurado reconhecer ou não sua autenticidade.

Para ter certeza de que seu carro está segurado, é preciso conectar-se ao portal que utiliza meios de desenvolvimento de software automação comercial.

Ou seja, ao portal da placa de seu carro, acessando sua página pessoal basta entrar no cadastro número do seu veículo e o tipo de veículo segurado. Ao fazer isso, o site verificará instantaneamente se o carro está segurado ou não.

Como fazer seguro auto com documentos atrasados?

Com os documentos do carro atrasados, geralmente é mais fácil cair em golpes de seguro devido ao desespero. A melhor opção para contratar um seguro com o documento em atraso é primeiramente quitar as dívidas do documento, e só depois contratar seu seguro.

Embora não seja o mais recomendável, algumas seguradoras oferecem seguro ao proprietário com documento atrasado.

Se você se encontra nessa situação, através de uma boa pesquisa em seguradoras de procedência e que seguem as normas da Superintendência de Seguros Privados, você poderá encontrar uma cobertura para o seu carro.

Mas de fato é essencial não se demorar com um carro sem seguro, ainda mais se sua residência não possua instalação de sistema de câmeras de segurança, afinal seu veículo estará em vulnerabilidade de assaltos e riscos de ter que arcar com custos altos de danos.

O que gera recusa do documento atrasado?

Ao procurar uma seguradora, você deverá ter sua documentação e a do seu carro para solicitar o seguro, mas algumas restrições podem negar que a seguradora forneça o seu serviço.

Listamos os principais motivos que levam as seguradoras a se recusarem a realizar a apólice do seu carro.

  • Documentação atrasada;
  • Histórico de sinistros recentes;
  • Informações com irregularidades no CPF;
  • Pendências no Serasa.

Para regularizar sua documentação e finalmente ficar tranquilo, é preciso realizar uma vistoria pelo DETRAN, ou acessar o site da Secretaria da Fazenda do seu estado.

Após isso, deve inserir a placa do seu carro e o RENAVAM, e emitir os boletos de pagamento pelo Guia para Regularização de Débitos (GRD).

Lembrando que os boletos já são emitidos com os juros acrescidos. Para parcelar é preciso ir no SEFAZ do seu estado e solicitar o parcelamento. O pagamento pode ser feito no banco ou lotérica.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Post relacionados