Como transportar seu animal de estimação?

Não é porque você tem um animalzinho de estimação que isso vai te impedir de fazer viagens de carro, não é mesmo? Afinal, você sempre pode levar ele junto. Mas, para isso, existem alguns cuidados especiais que devem ser tomados para garantir sua saúde e segurança. Por isso, o Meu Seguro Mais Barato preparou algumas dicas te ajudar a transportar o seu pet com segurança.

Um dos primeiros cuidados, que é alertado por veterinários, é ter cuidado para que a saída da rotina do animal não o deixe estressado, principalmente se ele nunca tiver realizado um passeio de carro ou não tiver esse costume. Para isso, vale a pena tentar prepará-lo levando a alguns passeios curtos (que podem ser premiados com petiscos e carinhos) algumas semanas antes do grande dia.

Quando o assunto é transporte de carro, o Código de Trânsito Brasileiro não contém nenhuma especificação sobre a utilização de cintos ou qualquer proteção para animais de estimação. Porém, como ninguém deseja colocar seus animais em perigo, colocá-los bem acomodados, com proteção em caso de impacto e tomando cuidado extra na estrada são boas estratégias.

Para animais de pequeno porte, as formas mais recomendadas de transporte são as caixas transportadoras, vendidas em pet shops e feitas especificamente para atender as necessidades do animal durante um passeio, ou cadeiras de transporte com cinto de segurança específico e ajustado para o animal. Enquanto felinos podem se sentir mais confortáveis em caixas, os cães podem se acalmar olhando a paisagem da janela.

Se você tem um pet de médio ou grande porte, acontece muito de serem acomodados nos porta-malas do carro, seja preso por um cinto de segurança especial ou em uma caixa de transporte de tamanho adequado. Você tem o costume de carregar seu animal na parte externa no veículo ou com a cabeça para fora da janela? Saiba que isso é considerado uma infração de trânsito e também é prejudicial à saúde dos bichinhos.

Durante a viagem, se certifique de que a temperatura e iluminação estejam adequadas para o pet e supervisionar o seu animal periodicamente, para identificar qualquer alteração no seu comportamento que posso indicar que ele não está confortável. Em trajetos mais longos, é recomendado fazer pausas a casa duas ou três horas para que eles possam se movimentar e fazer suas necessidades.

Agora que você está por dentro do assunto e sabe como transporta o seu animal com segurança, apertem os cintos e boa viagem! Se estiver planejamento uma viagem de avião, saiba que o Seguro Viagem do Meu Seguro Mais Barato oferece a opção de hotel para os pets para deixá-los confortáveis e em segurança enquanto você estiver longe. Confira no site: www.meuseguromaisbarato.com.br.

Rate this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *