Cuidados ao contratar um Seguro Auto

Logo após comprar um carro, antes mesmo de sair pelas ruas exibindo o automóvel, é essencial a contratação de um seguro auto. Pode até parecer um gasto a mais durante a compra, inclusive se o automóvel tiver sido adquirido por meio de consórcios ou por uma grande quantidade de parcelas.

Entretanto, contratar um serviço de seguro é uma forma de garantir a segurança da máquina, e se proteger de qualquer tipo de prejuízo que possa ocorrer no futuro em relação ao carro.

A compra de um automóvel novo não deixa de ser um grande investimento, e assim como qualquer tipo de patrimônio, é importante que exista um vasto cuidado com ele, para que o seu valor não diminua drasticamente, ou cause qualquer tipo de preocupação ao dono.

Assim como uma empresa de prestação de serviços de limpeza e conservação pode cuidar da integridade do seu imóvel ou negócio, um seguro automotivo é responsável por garantir que você não sofra nenhum tipo de dano caso uma eventualidade aconteça.

Mas antes de contratar um serviço de seguro, é importante que o motorista tenha uma vasta noção dos diversos tipos de contrato que existem, cada um com um tipo de cobertura que pode se adequar ao seu bolso e às suas preocupações com a segurança do carro.

Conheça os tipos de seguro auto e o que eles cobrem

No setor dos automóveis existem 4 tipos de seguros essenciais, cobrindo diferentes e complementares possibilidades de acidentes ou eventualidades, sendo eles:

  • Seguro total;
  • Seguro para furtos e roubos;
  • Seguro para terceiros;
  • Seguro para passageiros.

Pensando em facilitar o entendimento sobre isso, listamos as características principais de cada modelo de seguro:

Seguro total

O seguro total, conhecido como seguro compreensivo ou seguro completo, é um dos serviços de maior cobertura que existe.

Afinal, ele protege o dono do automóvel de qualquer problema relacionado a acidentes no trânsito, furtos e roubos e danos naturais, ou seja, aqueles causados por eventos da natureza como chuva, raios e até mesmo granizo.

Seguro para furtos e roubos

O seguro contra roubos e furtos tem um nome bem intuitivo, protegendo o segurado justamente contra qualquer prejuízo que possa ocorrer tendo esses dois casos como sinistros, ou seja, problemas relacionados a danos ao carro.

Seguro para terceiros

O seguro para terceiros envolve qualquer tipo de sinistro que possa ocorrer quando uma pessoa terceira está envolvida no acidente, tendo por exemplo o automóvel dela sofrido algum tipo de dano por conta de uma colisão causada pelo seu carro.

Ele também cobre qualquer tipo de acidente causado a pedestres ou qualquer figura terceira que não seja responsável pelo sinistro específico.

Seguro para passageiros

O seguro APP, ou melhor, Seguro de Acidentes Pessoais de Passageiros, cobre qualquer tipo de dano, pessoal, físico ou moral, que possa ocorrer com um passageiro em seu carro. 

É um tipo de cobertura essencial para quem usa o automóvel próprio como instrumento de trabalho como taxista, motorista via aplicativo, bem como para quem realiza algum tipo de transporte fretado para empresas.

Como escolher o melhor seguro?

O seguro que melhor se adequa às suas necessidades de cobertura deve ser discutido antes da contratação do serviço, ou seja, antes da assinatura da apólice. Um documento que formaliza o compromisso entre a seguradora e o segurado, servindo como contrato. Aqui no MeuSeguroMaisBarato você conta com atendimento humano para tirar suas dúvidas e encontrar o melhor seguro auto para você

Um nome diferenciado para a relação comum que se faz com qualquer tipo de empresa e seus serviços oferecidos, como a recarga de extintores, ou um contrato de um buffet, porém tendo tópicos muito mais aprofundados, levando em conta o valor que esse serviço representa ao seu patrimônio.

Pois bem, um dos fatores importantes ao se discutir o tipo de seguro que melhor corresponde às suas urgências, é o valor do prêmio. 

Nesse caso, o prêmio não remete a nenhum tipo de premiação por ter feito um bom negócio para o seu automóvel, e sim um termo que expressa o valor da apólice, tendo visto o modelo escolhido para o seguro do seu veículo.

Esse valor costuma variar de acordo não só com o modelo de seguro escolhido, mas também do perfil do automóvel ou do motorista. 

Esse preço costuma ser medido por uma metodologia chamada perfil de risco, que estuda a probabilidade de um seguro sofrer algum tipo de acidente, levando em conta o seu perfil, como idade, ou o modelo do veículo em si.

É preciso levar em conta que a manutenção de caminhão é muito mais custosa do que a de um automóvel pequeno, assim como maiores são as possibilidade desse motorista sofrer algum acidente, pois usa o automóvel como forma de trabalho, em uma escala muito maior do que aqueles que usam o carro esporadicamente.

Essas são apenas poucas entre as milhares de indagações que podem e devem ser feitas ao se contratar um serviço de seguro automotivo. 

Principais cuidados antes de contratar um seguro auto

Desse modo, antes de assinar a apólice de seguro de carro, é aconselhável que vários questionamentos sejam respondidos, para que nenhum tipo de preocupação ocorra no momento em que o segurado precisar dos serviços pelo qual contratou.

Entre os principais pontos de análise devem estar:

Pesquise sobre a melhor empresa de seguros no mercado

Antes de assinar com a primeira seguradora que aparecer, é recomendável fazer um meticuloso trabalho de pesquisa, tendo em vista alguns pontos, por exemplo:

  • Os tipos de cobertura que você busca para o seu veículo;
  • O prestígio dessa empresa no mercado;
  • A recepção que outros clientes tiveram com o trabalho da seguradora;
  • Entre outros pontos.

Tudo isso, fará com que você tenha uma melhor noção de como será o atendimento durante possíveis acidentes/problemas ocorridos.

Recorra sempre a um contador

Por envolver um grande investimento, conte sempre com o apoio de um profissional de contabilidade ao assinar qualquer tipo de negócio, pois o que está sendo acordado entre o cliente e a seguradora é o destino do seu mais novo patrimônio.

O auxílio de um contador também é necessário para que seja esclarecido qual tipo de cobertura do seguro melhor se encaixa às suas finanças, sendo um serviço a longo prazo, cuja relação de custo-benefício envolve cálculos muito mais elaborados do que uma simples pesquisa na internet por “sensores de presença preço”.

O que está sendo acordado é a segurança de uma propriedade de alto valor que envolve as mais diversas perspectivas existentes.

Estude sobre a cobertura de cada tipo de seguro

Como dito anteriormente, existem diversos tipos de seguros, com coberturas e valores específicos. 

Ao escolher por qualquer modalidade de seguro auto, sem entender a área de cobertura de cada um desses modelos, existe a possibilidade de você contratar um serviço que sequer cubra as emergências pela qual você pensa estar protegido.

O que pode vir a se tornar um grande prejuízo no futuro, principalmente se levar em conta somente uma economia mensal de um plano de seguro mais econômico.

Verifique os termos do contrato

Após ter decidido por qual modelo de seguro é mais adequado para si, é necessário que o cliente tenha grande atenção com os termos e cláusulas presente no contrato.

A apólice de seguro do seu automóvel deve envolver grandes cuidados ao ser acertado, já que ele representa a completa segurança do seu mais novo patrimônio, e não a compra de uma peça ou acessório do carro, como uma mangueira de sucção.

Recomenda-se que o documento passe pelas mãos de um advogado, ou qualquer pessoa de confiança que tenha conhecimento sobre causas legais, para evitar qualquer tipo de contratempo que possa ocorrer futuramente, por uma simples falta de comunicação entre a empresa de seguros e o cliente que resolve contratá-la.

Principalmente em relação aos tipos de benefícios inclusos no contrato, que não costumam ser de fácil entendimento, como um contrato de compra de etiquetas para pneus, ou qualquer outro negócio de simples compreensão.

Entender o contrato que está sendo assinado significa, muitas vezes, entender os termos e jargões relacionados à área. 

Muitos já foram esclarecidos no texto, como sinistros (acidentes ocorridos), apólice (nome dado ao documento de contrato do seguro) ou prêmio (o valor da apólice), mas existem outros termos que precisam ser levados em conta.

Entre eles se destacam o perfil de risco (a probabilidade de alguém sofrer algum tipo de sinistro), o conceito de perda total e parcial (quando os danos ao veículo são maiores ou menores que 75%, respectivamente) e a indenização total (quando o segurado recebe o valor total pelo carro).

A confiabilidade de um seguro automotivo

Com tantas regras e normas, é fácil para um leigo achar que o contrato de um seguro para o seu carro não passa de perda de tempo, ou um dinheiro mal investido. Pelo contrário, esse tipo de serviço garante que o seu patrimônio mantenha o valor empregado na compra.

A segurança estrutural de um automóvel é posta à prova diariamente, levando em conta os desafios do trânsito, como a qualidade das estradas e rodovias, a violência comum do cotidiano, fora qualquer tipo de acidente não previsto, como aqueles relacionados ao clima.

Acidentes que podem ser cobertos, sem a necessidade do dono do automóvel tirar do próprio bolso a verba para cobrir os serviços de uma empresa de calibração, ou de qualquer outra que seja necessária para o reparo de peças do seu veículo.

Um bom seguro é capaz de protegê-lo, e aqueles ao seu redor, de muitos danos que podem ocorrer levando em conta essas diversas possibilidades. Por isso é mais seguro confiar o destino do carro a um serviço de seguro auto, do que contar com um golpe de sorte.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Post relacionados