Se você é proprietário de um automóvel, certamente já sabe que é essencial realizar a manutenção veicular periodicamente.

Afinal, o uso constante do carro gera desgaste das peças e dos componentes, exigindo que o reparo ou a substituição ocorram para que o seu funcionamento não seja prejudicado.

Como qualquer outro equipamento, o veículo precisa de cuidados constantes, que vão desde a lavagem da sua lataria até a lubrificação do motor, mantendo em boas condições não apenas a estética do automóvel, como também a potência do carro.

Tudo isso é essencial para que o seu veículo não seja desvalorizado, além de que, ao postergar algum tipo de reparo mecânico do seu automóvel, o funcionamento dele pode ser comprometido.

Por isso, as fabricantes de veículos sinalizam, nos manuais do carro, a necessidade de realizar as revisões automotivas, como um modo de evitar panes inesperadas que podem gerar prejuízos para o motorista.

Sendo assim, mais do que um simples cuidado, a manutenção periódica é responsável por evitar situações de estresse e perigo, garantindo que os ocupantes do veículo se locomovam com tranquilidade e segurança.

Se você possui um ou mais veículos, mas ainda não conhece todos os benefícios e a importância de realizar a revisão dos seus automóveis, continue acompanhando este artigo para entender mais sobre o assunto.

Por que devo realizar a manutenção veicular?

Existem dois tipos principais de manutenção, tanto para carros quanto para equipamentos e maquinários em geral: a preventiva e a corretiva.

A manutenção preventiva é sempre a mais indicada, independentemente da circunstância, e visa a evitar que ocorram panes durante o uso do veículo, substituindo peças, como as do freio a ar de caminhão ou de carros de passeio, quando elas começam a apresentar defeitos.

Já a manutenção corretiva deve ser feita sempre que um elemento presente no automóvel esteja danificado, e não exerça mais o seu papel no funcionamento do carro.

A depender da peça que apresente defeito, o veículo pode ser levado até uma oficina mais próxima. Porém, há casos em que a pane impede que o carro possa ser dirigido e, por isso, é necessário contratar os serviços de remoção por guincho.

Caso você tenha um Seguro Auto, confira a sua assistência 24h da sua seguradora para solicitar o serviço de guincho em caso de uma pane.

Desse modo, assim como a manutenção de motores a diesel evita que uma fábrica tenha a sua produção interrompida, realizar a revisão do seu carro previne panes inesperadas durante a sua utilização.

Quais itens devem ser revisados regularmente?

As peças e os acessórios utilizados na fabricação de um carro possuem um determinado tempo de vida útil, que pode ser aumentado ou reduzido conforme os cuidados e o uso do veículo.

Um veículo de passeio usufruído apenas aos finais de semana certamente vai ter uma maior conservação dos seus componentes, diferentemente de um veículo comercial que é utilizado diariamente em entregas de materiais.

Vale lembrar que os carros saem de fábrica com o manual do proprietário, onde constam informações e indicações de quando as revisões devem ser realizadas, assim como os prazos ideais de troca de elementos.

De qualquer modo, é preciso dedicar atenção especial para itens como:

  • A troca de óleo do motor;
  • A calibração e a substituição de pneus;
  • A suspensão;
  • O sistema de freios e de embreagem;
  • E em outros elementos.

Troca de óleo

A troca de óleo automotivo para carros hyundai, assim como os de outras fabricantes, é uma das revisões que merece atenção especial.

Isso, porque ela garante que a potência do carro seja mantida, assim como a remoção do fluido com partículas de sujeiras, que são acumuladas durante o período em que o óleo esteve no motor do veículo.

Sendo assim, a frequência da troca de óleo é indicada no manual da fabricante, levando em consideração a quantidade de quilometragem rodada, ou o período decorrido desde a última troca, sendo recomendada, geralmente, a cada seis meses.

Quando o serviço é realizado, indica-se também que o filtro de óleo e de ar sejam substituídos, potencializando os efeitos da manutenção.

Calibração e substituição de pneus

A calibração, o alinhamento e o balanceamento dos pneus também são serviços que devem ser feitos periodicamente. Apesar de alguns proprietários adiarem esse tipo de revisão, eles são essenciais por vários motivos.

Além de manter os pneus novos por mais tempo, ainda previnem que problemas de desalinhamento das rodas possam prejudicar a suspensão do automóvel.

Ao rodar por vários quilômetros, muitas vezes em asfaltos irregulares, é comum ocorrer uma modificação no alinhamento ou no balanceamento, precisando de ajuste para que o veículo possa ser conduzido sem problemas.

Sendo assim, é indicado que esses serviços sejam feitos preventivamente a cada 10 mil quilômetros rodados, ou sempre que um pneu for substituído.

Até mesmo as rodas podem ser amassadas se o automóvel passar por alguma vala na via.

Quando isso ocorre, o proprietário do automóvel pode recorrer à reforma de rodas de liga leve para devolver a aparência original ao item.

Também é importante se atentar às condições dos pneus. Isso, porque se eles passarem por grande desgastes, podem perder a sua capacidade de aderência e causar acidentes, principalmente em períodos chuvosos.

Nesse caso, a troca é recomendada entre 40 mil e 80 mil quilômetros, levando em consideração as condições das vias onde o automóvel circula.

Suspensão

A suspensão é uma das estruturas mais importantes do automóvel. Ela garante que todo o impacto sofrido durante a locomoção seja diminuído, evitando que o carro sofra danos ao mesmo tempo em que garante que os ocupantes tenham maior conforto.

Os amortecedores são elementos importantes do sistema de suspensão, e devem ser substituídos sempre que o desgaste for muito grande, ou de acordo com as especificações do fabricante.

O indicado é que se faça uma vistoria do sistema, em média, a cada 40 mil quilômetros.

Sistema de freios e embreagem

O sistema de freios, assim como o de embreagem, também deve passar por revisões preventivas, evitando que possíveis danos possam impedir a direção do automóvel.

As pastilhas de freios e outros componentes sofrem desgastes naturais, sendo que eles podem ser facilmente identificados quando o motorista ouve uma espécie de apito ao pisar no pedal, indicando que é o momento certo para realizar a manutenção.

Nesse caso, a troca preventiva pode ser feita, em média, a cada 30 mil quilômetros rodados.

A embreagem eletromagnética, assim como a de outros tipos, também é essencial para que o carro possa rodar naturalmente, sendo responsável pela troca de marchas.

Ela deve ser substituída entre 100 e 150 mil quilômetros rodados, levando em consideração que automóveis utilizados em grandes cidades vão ter um desgaste maior do que os que rodam em estradas, já que a troca de marcha é menor nesse caso.

Outros elementos

A diversidade de elementos presentes nos automóveis é realmente muito grande, de modo que realizar a manutenção preventiva pode ser o melhor método de evitar transtornos ao motorista.

Assim, os itens como cabo bateria automotiva, limpador de para-brisa, filtros de combustível, velas e vários outros produtos devem ser trocados conforme apresentarem falhas ou defeitos no seu uso, mas também é preciso levar em consideração a indicação do fabricante do veículo.

Ao tomar esses cuidados, o proprietário do automóvel certamente terá maior tranquilidade nos seus deslocamentos, seja em trajetos curtos ou mesmo em caso de viagens.

Onde realizar as revisões veiculares?

Uma das grandes dificuldades encontradas pelos motoristas sempre foi a de encontrar uma oficina mecânica de confiança.

Se é preciso realizar a manutenção de carros blindados, por exemplo, a busca pode ser ainda mais difícil, já que esse tipo de veículo possui elementos extras que devem ser preservados.

Mas, algumas dicas podem ser importantes para que o proprietário de um carro possa encontrar um estabelecimento idôneo, que ofereça um bom serviço sem que cobre preços muito altos para isso.

Para carros novos, uma das opções é levar o veículo na concessionária, onde as revisões indicadas pela fabricante podem ser realizadas facilmente.

Mas, para carros que já possuem algum tempo de uso, ou mesmo se você procura opções que vão além das concessionárias, é possível encontrar bons centros de mecânica automotiva em diversas regiões da cidade.

Você pode pedir indicações para amigos ou parentes, solicitando referências sobre os serviços prestados pelas oficinas de confiança dessas pessoas.

Além disso, é possível encontrar indicações na internet, tanto nos buscadores quanto nas redes sociais.

Muitas dessas plataformas possuem critérios de avaliação, e contam com um campo específico para que os clientes deixem os seus feedbacks a respeito dos serviços oferecidos por uma oficina, sejam eles de reparos na mecânica de um automóvel ou sobre a emissão de um laudo ecv veículo.

Ao encontrar um bom profissional da área automotiva, você deve programar manutenções periódicas para o seu veículo, garantindo um desempenho perfeito do carro.

E por fim, uma maneira segura e de qualidade para você realizar sua revisão periódica do veículo é adquirindo um seguro auto, algumas seguradoras como Allianz, Azul, Aliro, Tokyo e Zurich seguros oferecem serviços acessórios de revisão preventiva, entre outros serviços essenciais para manutenção do seu carro.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.