Evolução Do Mercado De Seguro No Brasil- 2006/2016

Mercado de seguros cresceu 200% nesses dez anos (18 de maio de 2017)

Somente em 2016, o setor de seguros faturou o montante de R$ 132 bilhões. A dez anos atrás, o valor acumulado era de R$ 44 bilhões, representando um crescimento de 200% durante aquele período.

De acordo com o levantamento realizado pelo assessor de economia do Sincor-SP, Francisco Galiza, no período, o Índice Geral de Preços (IGPM) cresceu 89%; o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) 82%; o dólar comercial, 60%. “Ou seja, o mercado de seguros brasileiro superou com folga esses indicadores”, declara.

O estudo, ainda, aponta que o aumento não foi uniforme, já que o seguro saúde cresceu 295%, o seguro de pessoas avançou 264%, enquanto que o seguro de automóvel variou para 144%.

Veja-se os indicadores abaixo:

Ramo (R$ Milhões) 2006 2016
Auto (sem DPVAT) 13.338 32.560
Pessoas (sem VGBL) 9.404 34.231
Saúde 9.112 36.030
Patrimonial 4.993 12.964
Demais 7.108 16.356
Total 43.955 132.141
Ramo (Composição %) 2006 2016
Auto (sem DPVAT) 30% 25%
Pessoas (sem VGBL) 21% 26%
Saúde 21% 27%
Patrimonial 11% 10%
Demais 16% 12%
Total 100% 100%
Ramo (Evolução) 2006 2016
Auto (sem DPVAT) 100 244
Pessoas (sem VGBL) 100 364
Saúde 100 395
Patrimonial 100 260
Demais 100 230
Total 100 301

Fonte: Comunicação Sincor-SP

Os dados acima apresentados, sem dúvida, apontam que o setor de seguro, no Brasil, está imune a crise econômico-financeira por que passa o país nos anos 2006 a 2016 estendendo-se, portanto, aos anos de 2017 e 2018.

Note-se que para contratação de seguros, no Brasil, é exigida a intermediação de um corretor de seguros habilitado, que é uma pessoa especializada, com os conhecimentos necessários para orientar o segurado sobre quais seguros contratar, com quais coberturas e com quais limites. O corretor é um representante do segurado e não tem vínculo com as seguradoras, por esta razão, um mesmo corretor é capaz de oferecer seguro de diversas seguradoras. A necessidade do intermediário remete ao problema de conflitos de interesse entre a seguradora e o cliente (a seguradora é uma instituição econômico-financeira que visa lucro, e portanto pode não esclarecer pontos importantes para o pagamento da indenização ou prêmio, por exemplo).

Hoje, no Brasil, muitas das empresas seguradoras já disponibilizam sistemas próprios para cálculos e contratação de seguros pela Internet. Você pode fazer sua cotação de seguro auto aqui no nosso site Meu Seguro Mais Barato.

Evolução Do Mercado De Seguro No Brasil- 2006/2016
Rate this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *