Franquia de seguro de carro: saiba o que é e como funciona

Podemos dizer que é fácil entender o que é uma franquia de seguro de carro. Pois bem, ela corresponde ao valor calculado que o segurador pode ser responsável, sujeito a indenização parcial, se ocorrer um acidente reportado no seguro.

Esse é um processo que tem extrema importância em sua aplicação, gerando maior comodidade para as pessoas que contratam e fazem parte desse serviço e investimento, por isso entender sobre essa frente e sobre o mercado é fundamental.

Dessa forma, sendo importante para todas as pessoas que fazem parte dessa franquia de seguro de carro, atendendo desde uma empresa de logística até as mais diversas pessoas que contratam esse serviço.

Entenda mais sobre o conceito

Pois bem, o valor só é considerado se o segurado for o responsável pelo dano, como quando ele bate e a seguradora comprova que a culpa foi dele. Nesse caso, o segurado deve pagar uma parte dos custos de reparo do veículo, o que é chamado de franquia.

Por isso, é preciso ter atenção em todos os métodos de aplicação desse processo, para que justamente se tenha consciência e possa ter entendimento durante todo o andamento dessa franquia

Mas se o segurado já está coberto, por que pagar parte dos reparos? Esse valor é sempre menor do que o custo total do reparo do veículo, e é uma tática utilizada pelas seguradoras para que o segurado não cause intencionalmente danos ao seu veículo para fins de cobertura.

Uma espécie de proteção para as seguradoras, justificando um ato para que se tenha algo vantajoso para ambos, trazendo além de uma segurança, uma tática de acordo entre todas as partes que estão envolvidas no processo.

Esse processo pode ser desde uma quebra de um motor de partida até a perda total do veículo em uma batida ou em algum procedimento. Assim, todos os pontos são levados em consideração e é feita uma análise completa da situação.

Pense só, se você sabe que se causar um acidente ou dano ao seu veículo, o seguro não cobrirá todos os reparos, é certo dizer que você terá mais cuidado ao dirigir. Trazendo além dessa conscientização, um cuidado e atenção maior quando dirige.

Dessa forma, as franquias têm justamente o intuito de trazer essa conscientização e maior cuidado ao dirigir e conduzir seu veículo, proporcionando de alguma forma esse lado consciente aos condutores, levando em consideração diversos fatores.

Após entender o que é a franquia de seguro de carro, e entender a importância e a necessidade de se obter esse serviço, acompanhe a seguir o funcionamento e como são feitas essas cotações.

Como funciona a franquia de seguro de carro?  

Entender o funcionamento desse serviço é extremamente importante, fazendo a diferença para o dia a dia da implantação desse serviço e de todo o processo.

Assim, como é importante entender outros serviços, caso se tenha essa necessidade, como exemplo o serviço de uma distribuidora de produtos químicos, ter essa noção e entendimento sobre o seguro é fundamental.  

Digamos que a franquia do seu carro seja de R$2.000. Isso significa que você será responsável pelo pagamento de reparos de danos até esse valor. Afinal, o sinistro não é para seguro auto com perdas abaixo disso.

Por isso, a atenção no valor definido é algo importante durante esse processo de franquia, justificando o que o seguro cobrará durante cada acidente e transtorno durante o seu dia a dia.

Agora, se a perda for maior, o usuário pagará a franquia e a seguradora pagará o restante. Exemplo: Se o conserto do veículo custar 5.000 reais, você pagará 2.000 reais com base na franquia e a seguradora pagará os 3.000 reais restantes.

Dessa forma, acaba sendo um processo de entendimento simples, mas necessário para que não se tenha dúvidas durante sua utilização, sabendo que alguns gastos nessa franquia serão por parte dos usuários.

Por exemplo, uma empresa de venda de rastreador veicular, ao contratar o serviço de uma franquia de seguro de carro, deve levar em conta todos os seus gastos em cada acidente, e o quanto foi estipulado durante a contratação desse serviço.

Quando a franquia for fixa, o segurado pagará sempre o mesmo valor, independentemente do custo do reparo do carro. Como resultado, as seguradoras podem pagar mais por reparos mais caros.

Com isso, acaba sendo viável em diversos casos, proporcionando valores maiores para as seguradoras e uma maior responsabilidade neste conserto, levando sempre em conta todos esses aspectos em toda a utilização e cada situação.

Quando a franquia for por percentual, seu valor pode variar de acordo com o custo dos reparos. Com isso, pode ser comparado os horários do seguro de carro de cada um, bem como os preços e as coberturas oferecidas.

Assim, levando em conta todos esses fatores, para uma melhor escolha de sua franquia de seguradora de carros, pensando em todos os aspectos e características que cada seguradora oferece em seus serviços.

Ao entender o funcionamento e como são feitas essas cotações em todo esse meio, veja a seguir os tipos de franquia e como fazer a melhor escolha.

Conheça os tipos de franquia

Para evitar ficar na mão em momentos complicados, é necessário que se conheça as melhores opções para a contratação dessas seguradoras, e tenha consciência de todo esse meio amplo e dos serviços apresentados.

Existem diferentes franquias de seguro automóvel. Basicamente, a mudança acontece com base no valor cobrado de cada um deles no momento do sinistro. Acompanhe:

  • Franquia Normal: tem um valor equilibrado entre o prêmio e a franquia;
  • Franquia Reduzida: como o nome sugere, é um pouco mais barata;
  • Franquia Ampliada: maior custo de contratação de proteção veicular;
  • Franquia Isenta: os usuários não precisam pagar nada em caso de sinistro.

Ou seja, na hora de comprar um seguro auto, é importante ficar atento ao tipo de franquia que você escolhe. Afinal, se o seu veículo sofrer um acidente parcial, o valor será uma despesa.

Com isso, levando em conta os mais diversos fatores possíveis para a sua escolha, é importante que se faça a escolha certa nesse processo, para que justamente se tenha o atendimento e os serviços necessários em sua utilização.

Por exemplo, serviços como um laudo de máquinas e equipamentos necessários para o conserto, além de todos os outros disponíveis para uma solução mais rápida, e tudo isso com um bom custo-benefício conforme os serviços apresentados em cada tipo de franquia.

Contrate um corretor especializado

Para tomar a melhor decisão, consulte um corretor de seguros. Ele irá ajudá-lo a celebrar um contrato de seguro e avaliar o seu perfil de risco, apontando a franquia que é melhor para essa apólice. Portanto, é muito importante obter a ajuda de um bom corretor.

Esse corretor facilita todo o processo de busca e escolha durante cada etapa, auxiliando conforme as necessidades dessa contratação, por isso encontrar um bom corretor faz total diferença para essa realização.

Independentemente disso, você também pode estimar a franquia que é melhor para você.

Depende principalmente do seu histórico de direção: os motoristas que batem com frequência geralmente ganham mais com as franquias reduzidas. Isso porque, toda vez que você usa o carro, o custo é menor.

No entanto, se houver alguma dúvida mesmo após essa avaliação, a melhor opção é contratar uma franquia tradicional. Dessa forma, você conseguirá um bom equilíbrio entre a franquia do seguro do seu veículo e o custo do seu prêmio.

Se você achar que a probabilidade de uma reclamação é baixa, você pode optar por aumentar a franquia em sua próxima atualização de proteção.

Agora, se você precisar ligar para sua seguradora, por exemplo, para um aumento de carga elétrica do seu veículo, pelo menos duas vezes durante o período de teste de 12 meses, uma franquia mais baixa pode ser a melhor opção.

Com isso, levar em conta todos esses fatores e situações em sua rotina, fazem a diferença durante a escolha, levando o condutor a uma escolha mais assertiva e de acordo com as suas necessidades diárias.

Assim, veja em quais casos é necessário solicitar a franquia de seguro de carro e quando isso não se aplica, tendo essa noção e todo o conhecimento prévio.

Quando solicitar a franquia de seguro de carros?

Vale lembrar os principais tipos de sinistros no seguro de automóvel, ressaltando sempre que as coberturas podem variar de acordo com o seu contrato.

Por exemplo, para um importador de peças para empilhadeiras o melhor modelo pode ser um, já para um consumidor tradicional, a escolha acabará mudando. Por isso, é preciso ter atenção no processo.

Incêndio

O seguro contra incêndio está incluído em quase todos os tipos de seguro de carro e cobre não apenas danos totais de explosões, mas também danos causados ​​por incêndios em veículos.

Enchente

Veículos danificados por chuva, transbordamento e inundação podem ser configurados para incidentes de inundação. Isso inclui ambos os casos de danos durante a condução ou estacionamento.

Furto ou roubo

A reclamação pode se referir tanto à retirada do veículo quanto a itens retirados do interior do veículo, como rádios, adesivos industriais, DVD players e até pneus e rodas. Esse tipo de sinistro geralmente também é coberto pelo seguro mais básico.

Batidas

A proteção contra colisão não faz parte do seguro mais básico de um veículo, mas existe nas chamadas coberturas abrangentes. Cobrindo apenas a perda do veículo.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos. 

Post relacionados