Saiba como adquirir o carro reserva no seguro auto

O seguro auto oferece fortes vantagens no mercado, principalmente para aquelas pessoas que querem a garantia de um serviço otimizado e bem prestado. Pensando nisso, um dos pontos fortes acaba sendo a opção de contar com um carro reserva.

Entretanto, antes de sair por aí solicitando o serviço, é preciso saber que existem algumas regras para isso. Pois bem, entre as principais estão as seguintes:

  • É exigido, no mínimo, dois anos de habilitação;
  • É preciso ser maior de 21 anos;
  • É preciso possuir um cartão de crédito ativo ou cheque para deixar como caução;
  • Entre outros pontos.

Além do que já foi citado, o serviço geralmente é contratado ou tem um período de sete dias. Porém, dependendo da locadora, é possível estender esse prazo, a fim de manter a reserva do carro da melhor e mais simples forma. Outra opção é negociar com o seu corretor de seguro um período maior de carro reserva que pode chegar até por dias ilimitados enquanto o carro estiver em reparo.

Entenda o que é um carro reserva

O carro reserva é um veículo que, geralmente, é alugado/“emprestado” ao segurado. Desse modo, ele acaba sendo utilizado por um período determinado, promovendo uma economia do consumidor com transportes coletivos, por exemplo.

Por isso o tempo, os períodos de uso e a disponibilidade vão depender da situação. Alguns períodos de uso do carro reserva geralmente se estendem de 5 a 15 dias, ou até 30 dias. Conforme cada contrato e a disponibilidade em certos casos como: 

  • Perda parcial;
  • Perda total;
  • Furto; 
  • Roubo.

Para facilitar o entendimento sobre o tema, separamos os tópicos e explicamos mais sobre cada um deles. Continue a leitura e entenda os pontos necessários.

Perda parcial

Em casos de perda parcial, ou seja, danos de até 75% do valor do carro, ele será levado para o conserto. Assim, o usuário precisa pagar a franquia do seguro, sendo que esse valor é cabido à oficina que fará o conserto. 

Logo se a seguradora cobre uma taxa para o uso do carro reserva, então, sim, será preciso pagar a franquia e a taxa para utilização do veículo.

Essa cobertura de seguro auto com o carro reserva é sempre importante, visto que o segurado não tenha outro veículo para usar em uma eventualidade, logo não deixará de seguir com a  rotina enquanto o veículo é reparado. 

Sendo importante observar a quantidade de dias desse carro reserva, bem como a categoria, pois varia muito de acordo com a apólice (comprovante escrito de obrigação mercantil) contratada, conforme  a liberação de cada locadora e as exigências nos termos de garantia.

Algumas possibilidades são mais limitadas e segue algumas regras referente à locação de veículos, por exemplo pode ser oferecido uma cobertura adicional e ser cobrado do segurado.

Assim como é possível contratar um carro reserva para panes mecânicas, mas vai depender de cada consultoria, por isso é válido saber o que cada consumidor poderá usufruir nesse tempo e o que será direito seu. Aqui no MeuSeguroMaisBarato você trata diretamente com um atendente qualificado para fazer o seguro do seu carro de acordo com a sua necessidade.

Perda total

Quanto a perda integral do carro, havendo danos superiores a 75% do valor do carro, a posse do automóvel é repassada para a seguradora, no entanto o usuário recebe a indenização integral, ou seja, o valor para uma compra de um novo veículo. 

Assim, não acontece a cobrança da franquia do seguro de automóvel na perda total. Então, com essa indenização integral ou parcial, é liberada pela locadora em até 30 dias.

Esse prazo começa a partir da entrega dos documentos necessários pelo consumidor, com possibilidade de ser suspenso caso seja preciso completar alguma informação, logo após é retomado a contagem de onde parou, após o retorno pelo consumidor.

Furto ou Roubo

Em casos de furto ou roubo, primeiramente é necessário o consumidor registrar um boletim de ocorrência na polícia, em seguida a seguradora abre processo de pagamento da indenização. 

Caso esse veículo seja localizado através do rastreador automotivo em menos de um mês, o usuário consegue o conserto de suas avarias e pode voltar a utilizá-lo, caso contrário, é feito o pagamento total da indenização.

Ademais, é importante dizer que o prazo da apólice a seguradora garante um carro reserva, sendo oferecido o de uso mais comum como auto reserva.

Entretanto, ele, claramente, contará com motores elétricos regulados, mas sem direção hidráulica ou ar-condicionado, mas caso o consumidor tenha interesse em um carro mais completo, é possível negociar essa opção junto à seguradora. 

Logo o valor cobrado por essa cobertura adicional é referencialmente mais alto, dependendo sempre de como é o funcionamento do seguro contratado. Na assinatura da apólice e após o contato com a seguradora sobre o sinistro, sempre há informações concisas sobre a retirada e a reserva.

Caso todo o reparo do carro leve mais tempo que o esperado, os recursos para reserva de uso prolongado não é possível, em vista que não depende do tempo que a seguradora tem para consertar o veículo. 

A disponibilidade deste é apenas para o período estabelecido na apólice, caso contrário é necessário uma regularidade por parte do contratante. 

Veja mais como funciona a utilização do carro reserva

Para que o carro reserva seja liberado, o uso mais comum, bem como preferencial, é o pessoal e não para meios de trabalho, mas caso a maior necessidade seja para este fim, isso é negociável logo na contratação seguro. 

Importante saber no ato da assinatura do contrato se o carro está devidamente equipado com a instalação de alarme. Inclusive, geralmente há dois tipos de escolhas para o carro reserva no seguro auto: rede referenciada ou locadora de veículos.

A rede referenciada da seguradora indica o local onde o interessado deverá locar. Dado a parceria com a empresa, dependendo da proposta, o valor do seguro pode ficar ou não mais barato. 

Já a segunda opção, o veículo pode ser obtido em qualquer locadora, da preferência do usuário. Entretanto, em ambos os casos devem ser obedecidas as regras colocadas mais acima do texto.

De maneira mais simplificada, para solicitar um carro reserva no seguro auto, é preciso seguir alguns pontos: começando na abertura junto à seguradora, após a verificação da empresa de extintores, em caso de vistorias. 

Só depois do contato feito com a empresa é informado o problema ocorrido, quando são definidas as condições do reparo e a reserva liberada, vista a variação de acordo com a contratação e a condição da apólice.

Os benefícios ao comprar um carro são inúmeros, representa uma mudança no estilo de viver, agiliza muitos ao se deslocar com autonomia e praticidade, não é à toa que o crescimento significativo de automação elétrica industrial esteja acontecendo. 

Sem contar com o aproveitamento de passeios, viagens mais longas, mais tempo com a família, tanto para momentos de emergência, como para deslocamento no dia a dia. 

Condições para o contrato do carro reserva

Importante antes de qualquer locação de veículos a verificação minuciosa por parte das empresas na parte técnica do veículo, para que em pouco tempo não ocorra prejuízos em terminais elétricos automotivos, acidentes muito comuns.

Vale ressaltar as diferenças condições para o contrato do carro reserva, ainda que pareça  de fácil entendimento, vale lembrar que motorista reserva não é o mesmo de carro reserva, são diferentes e se confundem.

Isso acontece, principalmente por pensar que quando contratado o serviço da assistência 24 horas, além do monitoramento de câmeras para o seguro do carro, inclui o motorista também. 

Nem sempre, o carro reserva possibilita que o segurado tenha um veículo alugado para se locomover enquanto o outro está parado para conserto.

Logo com o serviço do motorista, dentro da mesma assistência, é necessário entrar em contato com a seguradora para a disponibilidade em casos que não seja possível o condutor dirigir, independentemente do motivo.

Não é possível acionar o pedido de carro reserva para a manutenção de rotina, por exemplo, sempre que acionado a opção do carro reserva significa que está sendo acionado o seguro próprio, logo o carro é para quando for preciso o seguro ou perda parcial.

Determinadas seguradoras oferecem serviços de carro reserva por 2 dias em caso de pane, seja mecânica ou algo emergencial, não sendo uma causa normal ou de rotina, é necessário que seja emergencial, deixando o carro sem funcionar por completo. 

Sabendo que quando o carro reserva é liberado na locadora, o seguro também pode arcar com os custos, mesmo como combustível.

Muitos segurados prezam por confiança e pouca burocracia nesse aspecto de locação. Então, caso no momento de compra do veículo, o carro reserva não estiver incluso, é necessário o endosso na apólice. 

Caso não saiba, endosso é o documento que são feitas as alterações na apólice do próprio seguro, mais conhecido como aditivo do contrato do seguro.

Hoje aplicativos para smartphones, até mesmo plugados em carros, facilitam mais esse processo todo, com o veículo reserva solicitado na ausência do automóvel, algumas permitem o acionamento em caso de incêndios, variando de acordo com o contrato.

Como forma de fidelizar o cliente, há seguradoras que oferecem o veículo sem o custo adicional na apólice, o que ajuda bastante em momentos de, por exemplo, algum reparo simples em uma oficina credenciada.
Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Post relacionados