Telemetria: o segredo para uma gestão de frotas eficiente

Toda empresa moderna se preocupa em processar e medir dados. Nesse contexto, a telemetria é crucial para quem busca monitorar seus dados de forma precisa.

Amplamente utilizada em diversos segmentos, esse sistema permite uma gestão de frotas mais eficiente, com maior controle dos veículos e possibilidade de rastreamento. 

Porém, muitos gestores acreditam que a ferramenta é cara e distante da sua realidade. Este artigo explora as principais informações sobre a telemetria e te ajuda a entender seus benefícios. Confira!

O que é telemetria?

​​​​​​​De acordo com o Dicionário Online de Português, a telemetria é “a arte de medir as distâncias”. Em termos mais amplos, é um sistema de monitoramento remoto de dados.

Nas aplicações automotivas, esse sistema proporciona a coleta de diversos dados do veículo, como:

  • Velocidade
  • Consumo de combustível
  • Condução dos motoristas
  • Torque
  • RPM
  • Localização

Após a coleta desses dados, há então uma análise e transmissão do sistema para uma central de monitoramento, que armazena e providencia as informações em tempo real para o gestor de frotas.

Como funciona?

A telemetria funciona por meio de comunicação sem fio, como satélite ou sinais de rádio. Nos veículos, há dois modelos do sistema: analógico e digital.

A telemetria veicular analógica consiste na medição de dados através de sensores. Por isso, cada sensor deve ser calibrado para a seção específica que se deseja ter acompanhamento.

Portanto, se trata de um modelo mais complexo que exige manutenção e calibragem dos sensores constantes. Por outro lado, funciona de forma eficaz por sua compatibilidade com os diversos veículos existentes.

A telemetria digital ocorre por meio do processamento dos dados através do computador de bordo do veículo. Nela, há a instalação de um único equipamento que fornece informações mais acuradas e variadas, com leitura de dados diretamente do veículo.

Quais informações um sistema de telemetria coleta?

Como falamos anteriormente, diversas informações podem ser coletadas por meio desse sistema, proporcionando leituras sobre o veículo e até a sua forma de condução.

Para isso, é necessário entender quais informações o gestor de frota deseja conhecer. A seguir, explicamos algumas.

Odômetro

O odômetro é o dispositivo responsável pela quantidade de quilômetros rodados pelo veículo. A análise da quilometragem pode revelar como o combustível está sendo gasto e como o orçamento pode se adaptar diante disso.

Além disso, com essas informações pode-se repensar trajetos e criação de novas rotas, diminuindo desvios desnecessários.

Velocidade

O sistema de telemetria também armazena e analisa os dados veiculares referentes à velocidade. Com essa informação, é possível apontar as principais falhas na condução e desenvolver medidas de segurança.

Práticas equivocadas de alguns motoristas, como excesso de velocidade, podem diminuir significativamente a vida útil do veículo.

Essas práticas também podem gerar multas e acidentes de trânsito, por exemplo. Assim, um bom sistema permite uma revisão e correção das más práticas.

Jornada de trabalho

Com essa técnica, também é possível avaliar os dados relativos à jornada de trabalho da equipe. Essas informações permitem ao gestor se preocupar com motoristas que estão dirigindo em horários além do necessário, tornando o ambiente de trabalho mais seguro.

Então, pode-se criar soluções mais eficientes, como direcionar o motorista para rotas mais completas dentro do horário de trabalho ou adicionar recompensas por desempenho.

Localização

Em primeiro lugar, telemetria é diferente de rastreamento. Um bom sistema pode rastrear, mas não se restringe a isso. Assim, o acesso à localização permite soluções diante de eventualidades ou questionamento de clientes.

Com esses dados, você também pode redirecionar um condutor perdido para a rota ou providenciar um trajeto mais adequado de acordo com as condições do clima, por exemplo.

Quais as vantagens da telemetria para a gestão de frotas?

Ao longo deste artigo, apresentamos que com que esses dados em tempo real, o gestor de frotas mantém o controle dos processos de trabalho e pode tomar melhores decisões.

Dessa maneira, há assertividade e rapidez, com redução de custos e acréscimo de confiança dos clientes em relação à empresa. A seguir, elencamos outras vantagens de utilizar esse sistema na gestão de frotas.

Economia

A telemetria permite uma maior economia para o negócio. Afinal, com as informações relativas aos gastos de combustível, o gestor pode rever práticas equivocadas de condutores e rotas desnecessárias, reduzindo gastos e tornando o processo mais eficiente.

Visibilidade em tempo real

A visibilidade em tempo real permite a identificação de falhas de forma mais rápida. Diante de alertas recebidos, o gestor pode atuar de maneira imediata. Isso permite um monitoramento mais eficaz, com maior segurança às operações.

Estruturação do ranking dos motoristas

Devido ao nível de detalhes que a telemetria fornece, é possível elencar quem são os motoristas com melhores práticas de acordo com os dados. 

Desse modo, o gestor tem um método objetivo de recompensar e alertar os condutores, permitindo novos treinamentos e revisão de práticas de trabalho.

Automatização dos dados

Esse sistema também oferece a vantagem de oferecer dados autônomos, sem a necessidade de ter uma pessoa para verificar e analisar um grande volume de informações.

Com isso, o gestor de frotas assume a responsabilidade de traçar estratégias diante dos dados recebidos.

Mais segurança para os motoristas

Com o monitoramento em tempo real e discussão das práticas de condução, é possível reduzir as chances de acidentes, gerando maior segurança para os motoristas.

Além disso, os alertas permitem ao gestor saber se há um possível roubo ocorrendo na frota, podendo avisar às autoridades e realizar algumas atividades remotas, como desligar o veículo ou fechar as portas.

Diversas seguradoras tem procedimentos de conceder bons descontos no seguro de auto e também no seguro de transporte e carga para as empresas que possuem sistema de gestão de frotas.

Gestão de frotas estratégica e inteligente

Por fim, a telemetria permite uma gestão de frotas mais estratégica e, por consequência, inteligente. Assim, é possível controlar, otimizar e repensar as rotas, determinando prazos de forma mais segura e melhorando todos os processos da frota.

Conclusão

O sistema de telemetria é uma necessidade em um mundo com crescente volume de dados, sendo crucial para qualquer empresa com gestão de frotas. Por isso, é importante verificar se o sistema adotado abrange todos os aspectos que o gestor visa analisar, sendo possível reavaliar e escolher novos modelos.

Finalmente, reiteramos que esse processo aumenta a confiança dos clientes na gestão de frotas, visto que os atende de forma mais efetiva e com processos mais velozes.

Post relacionados