Os melhores lugares para visitar no outono

Mesmo sem a badalação do verão, a poesia do inverno ou o brilho da primavera, o outono é uma das melhores épocas para se viajar em diversas partes do Brasil. A estação marca o período de baixa temporada, com hotéis e pacotes de viagens com preços mais baixos. Na meia-estação, o sol já não é tão quente, o céu está azul e as chuvas começam a dar trégua em vários destinos do Brasil. Hora de programar uma viagem para curtir um cenário onde o outono deixa as paisagens ainda mais especiais, seja para contemplar, praticar esportes, relaxar ou se divertir!

Pantanal

O período de seca (ou vazante dos rios), que vai de maio a novembro, é o mais indicado para conhecer e apreciar as belezas surpreendentes da maior área inundável do planeta. Com as águas mais baixas, fica fácil observar animais como jacarés, veados, capivaras, gaviões, garças, tamanduás e tuiuiús – ave símbolo do Pantanal que pode chegar a 1,50 metro de altura. Basta um rolê pela icônica estrada Transpantaneira para ver a boa parte da fauna bem de pertinho. E ainda tem os passeios de caminhão, de barco, as focagens noturnas.

Gramado

Gramado sempre é lembrada pelo clima frio, mas no outono o clima ainda está agradável. Além disso, as atrações turísticas estão mais vazias e você não precisa perder tempo em filas, o destaque é a rua Coberta, que fica entre a avenida Borges de Medeiros e a rua Garibaldi, onde você pode conhecer alguns restaurantes e lojas da cidade.

Florianópolis

A temporada de praia está longe de acabar com o fim do verão – Florianópolis, no coração de Santa Catarina, está aí para provar isso. A ilha fica mais tranquila no outono, mas não menos atrativa. E a temperatura ainda permite curtir com os pés na areia e relaxar à beira-mar. Sem contar que um dos resorts de praia mais famosos do país, o Costão do Santinho, aproveita o charme da cidade nessa época para oferecer uma programação exclusiva para os hóspedes explorarem ao máximo a estação.

Os melhores lugares para visitar no outono
5 (100%) 1 vote[s]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *